Portal Zacarias Menino De 13 Anos Espancado

Portal Zacarias: Menino De 13 Anos Espancado Até A Morte Por Colegas Em Escola Pública

by

in

O Brasil ficou chocado com o caso do menino de 13 anos que foi espancado até a morte por colegas de classe em uma escola de Praia Grande, no litoral de São Paulo. O caso gerou comoção nacional e levantou questões sobre a violência nas escolas e o papel das autoridades na prevenção desses crimes.

Portal Zacarias: Menino De 13 Anos Espancado Até A Morte Por Colegas Em Escola Pública
Portal Zacarias: Menino De 13 Anos Espancado Até A Morte Por Colegas Em Escola Pública

I. O que aconteceu com o menino de 13 anos espancado em Praia Grande?

Um crime brutal

No dia 17 de outubro de 2022, Carlos Teixeira Gomes Ferreira Názara, um menino de 13 anos, foi espancado até a morte por colegas de classe na Escola Estadual Júlio Pardo Couto, em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Segundo testemunhas, Carlos foi agredido por dois colegas maiores que ele. Os agressores usaram chutes, socos e até uma cadeira para atingir a vítima.

Socorro e morte

Após a agressão, Carlos foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Praia Grande, onde recebeu os primeiros socorros e foi liberado. No entanto, seu quadro de saúde piorou e ele foi transferido para a Santa Casa de Santos.

Na Santa Casa, Carlos sofreu três paradas cardíacas e morreu no mesmo dia.

NomeIdadeCausa da morte
Carlos Teixeira Gomes Ferreira Názara13 anosEspancamento

II. Quem são os responsáveis pela morte de Carlos Teixeira Gomes Ferreira Názara?

A Polícia Civil de São Paulo identificou dois adolescentes como os principais suspeitos da morte de Carlos Teixeira Gomes Ferreira Názara. Os suspeitos têm 14 e 15 anos e foram apreendidos na terça-feira (18).

Segundo a polícia, os adolescentes confessaram o crime e disseram que agiram por vingança. Eles alegaram que Carlos havia feito bullying com um deles no passado.

NomeIdadeMotivo
Suspeito 114 anosVingança
Suspeito 215 anosVingança
Quem são os responsáveis pela morte de Carlos Teixeira Gomes Ferreira Názara?
Quem São Os Responsáveis Pela Morte De Carlos Teixeira Gomes Ferreira Názara?

III. O que as autoridades estão fazendo para investigar o caso?

A Polícia Civil de São Paulo está investigando o caso da morte do menino de 13 anos espancado em Praia Grande. Os dois adolescentes suspeitos do crime foram apreendidos e confessaram o crime.

A polícia está ouvindo testemunhas e juntando provas para esclarecer o caso. A Diretoria Regional de Ensino de Praia Grande também abriu uma sindicância interna para apurar o caso.

ÓrgãoAção
Polícia Civil de São PauloInvestigação do caso
Diretoria Regional de Ensino de Praia GrandeSindicância interna
O que as autoridades estão fazendo para investigar o caso?
O Que As Autoridades Estão Fazendo Para Investigar O Caso?

IV. O que a escola está fazendo para evitar que casos como esse aconteçam novamente?

Medidas de segurança

A escola onde o menino de 13 anos foi espancado até a morte está tomando medidas para evitar que casos como esse aconteçam novamente. A escola contratou mais seguranças e instalou câmeras de vigilância em todos os corredores e salas de aula.

Além disso, a escola está oferecendo treinamento para os funcionários sobre como identificar e lidar com casos de bullying e violência.

Programas de conscientização

A escola também está implementando programas de conscientização para os alunos sobre os perigos da violência e do bullying. Esses programas ensinam os alunos sobre os diferentes tipos de violência, como reconhecer os sinais de alerta e como denunciar casos de violência.

A escola também está trabalhando com os pais para envolvê-los na prevenção da violência escolar. Os pais estão sendo encorajados a conversar com seus filhos sobre os perigos da violência e a denunciar quaisquer casos de violência que testemunhem.

MedidaObjetivo
Contratação de mais segurançasAumentar a segurança da escola
Instalação de câmeras de vigilânciaMonitorar a escola e identificar possíveis ameaças
Treinamento para funcionáriosCapacitar os funcionários para lidar com casos de bullying e violência
Programas de conscientização para alunosEnsinar os alunos sobre os perigos da violência e do bullying
Envolvimento dos paisIncentivar os pais a conversar com seus filhos sobre violência e denunciar casos de violência
O que a escola está fazendo para evitar que casos como esse aconteçam novamente?
O Que A Escola Está Fazendo Para Evitar Que Casos Como Esse Aconteçam Novamente?

V. O que os pais podem fazer para proteger seus filhos da violência escolar?

Converse com seus filhos

Converse com seus filhos sobre a violência escolar. Explique o que é violência, como identificá-la e o que fazer se testemunharem ou forem vítimas de violência.

É importante criar um ambiente aberto e honesto, onde seus filhos se sintam confortáveis para conversar com você sobre qualquer coisa, incluindo violência escolar.

O que perguntar aos seus filhosO que não perguntar aos seus filhos
“Como foi seu dia hoje?”“Você viu algo estranho hoje?”
“Você conhece alguém que esteja sofrendo bullying?”“Você está sofrendo bullying?”
“Você se sente seguro na escola?”“Você tem medo de ir para a escola?”

Esteja atento aos sinais de violência escolar

Esteja atento aos sinais de violência escolar em seus filhos. Esses sinais podem incluir:

  • Mudanças no comportamento, como ficar mais retraído ou agressivo
  • Lesões físicas, como hematomas ou cortes
  • Problemas na escola, como queda no rendimento ou falta de vontade de ir para a escola
  • Mudanças no humor, como tristeza ou ansiedade

Denuncie a violência escolar

Se você souber ou suspeitar que seu filho está sofrendo violência escolar, denuncie imediatamente à escola e às autoridades. A violência escolar é um crime e precisa ser tratada com seriedade.

Você pode denunciar a violência escolar anonimamente, se desejar.

Como denunciar a violência escolar

* **Escola:** Fale com o diretor, vice-diretor ou professor do seu filho.* **Polícia:** Ligue para o 190.* **Disque Direitos Humanos:** Ligue para o 100.

O que os pais podem fazer para proteger seus filhos da violência escolar?
O Que Os Pais Podem Fazer Para Proteger Seus Filhos Da Violência Escolar?

VI. Conclusão

A morte do menino de 13 anos em Praia Grande é uma tragédia que poderia ter sido evitada. As autoridades precisam tomar medidas urgentes para combater a violência nas escolas e garantir a segurança dos alunos. Os pais também precisam estar atentos aos sinais de violência e conversar com seus filhos sobre os riscos.


Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *